Curiosidade

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Curiosidade

Mensagem  Scarz em Qua Ago 12, 2009 10:52 am

"Os dados de matriculações de motociclos habitualmente fornecidos pela ACAP, após os dois primeiros meses do ano, fornecem alguns dados interessantes, e revelam um mercado em mudança, face às habituais ocupantes do “top 10” de modelos em Portugal nos últimos anos.

Em primeiro lugar, nota-se a ausência de motos desportivas entre as dez mais matriculadas no acumulado Janeiro/Fevereiro de 2009, e a sua substituição por utilitárias, sinais talvez da mudança que o contexto económico começa a ditar.

Temos também quatro motos de TT/Motocross puras, o que não é totalmente novo no início de cada ano, mas nunca com tamanho destaque. Quando às duas motos de Grande Turismo, Pan-European e FJR, que ocupam o terceiro posto empatadas, estes valores devem-se quase exclusivamente à matriculação de unidades para as forças policiais.

A Yamaha tem sido, no meio do “caos”, a única a remar contra a maré, e, no que respeita aos motociclos (+50 cc), lidera a tabela, sendo a única das doze primeiras marcas a apresentar valores positivos (+22%) este ano, e colocando dois modelos nos dois primeiros lugares da tabela de vendas, a XJ6 e a YBR 125. A Yamaha lidera também nas “cinquentinhas”, e só nos quads não detém a primeira posição, ocupada pela Suzuki.

No que respeita aos motociclos (+50 cc), em Abril venderam-se 740 unidades, menos 23,9% do que no mesmo mês de 2008, e o total acumulado Janeiro/Abril fica agora situado nos -28,5%, com 2833 unidades vendidas este ano, contra as 3962 do mesmo período do ano passado.

Nas 50 cc, o panorama não está tão negro, mas ainda assim é negativo: em Abril registaram-se 514 unidades, -3,7% do que em Abril de 2008, e o acumulado dos primeiros quatro meses do ano regista uma quebra de 10,5% face ao ano passado.

Finalmente, nos moto 4 (+50 cc), continua a verificar-se o pior cenário. No acumulado do ano a descida vai em -37,1% (1073 unidades contra 1706 no mesmo período do ano anterior), embora em Abril a descida “só” tenha sido de -19,8%.

Comparando com o vizinho mercado espanhol, que caiu 60% nos primeiros dois meses do ano, mas mesmo assim estes meses representaram mais de 18 mil matrículas (motociclos e ciclomotores), a diferença na tipologia de modelos mais vendidos é ainda muita: entre os dez modelos mais matriculados encontram-se nada menos que nove scooters, e a única moto é a BMW R 1200 RT, no 6º posto, com as 125 cc a dominarem devido à directiva europeia, adoptada em Espanha, que permite a condução de motos daquela cilindrada com carta B.

A tabela espanhola é liderada pela Honda SH 125, seguida da Suzuki Burgman 125, Kymco Agility City 125, Kymco Grand Dink 125 e Yamaha X-Max 125. Depois vem a BMW e mais quatro scooters: Honda PS 125, Yamaha X-Max 250, Honda Lead 110 e Honda Forza 250 EX.


Top 10 Modelos (+50 cc)

Jan./Fev. 2009 Unidades

1. Kawasaki KX/KLX 450F 36
2. Yamaha YBR 125 34
3. Honda Pan-European 30
3. Yamaha FJR 1300 30
5. Yamaha XJ6N 28
6. Yamaha YZ/WR 450 F 27
6. Honda Innova 125 27
8. Kawasaki KX 250 F 24
8. KTM 250 EXC-F 24
10. Piaggio MP3 250 23"



Scarz

Localização : São Miguel do Rio Torto e Arredores
Idade : 33
Mota actual : Husaberg TE 250

Ver perfil do usuário http://www.baja2tempos.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum